noticias838 Presidente da CPI sobre Manipulação de Jogos e Apostas Esportivas no Brasil apoia pedido da ANAF para a paralisação do Brasileirão 2024

Esportes

Presidente da CPI sobre Manipulação de Jogos e Apostas Esportivas no Brasil apoia pedido da ANAF para a paralisação do Brasileirão 2024

A intenção do pedido é paralisar o Campeonato Brasileiro 2024 até que sejam investigados e esclarecidos jogos com possíveis manipulações de resultados pela arbitragem.

Publicada em 24/04/2024 às 10:47h

por Kawhê Fontes


Compartilhe
Compartilhar a not�cia Presidente da CPI sobre Manipulação de Jogos e Apostas Esportivas no Brasil apoia pedido da ANAF para a paralisação do Brasileirão 2024  Compartilhar a not�cia Presidente da CPI sobre Manipulação de Jogos e Apostas Esportivas no Brasil apoia pedido da ANAF para a paralisação do Brasileirão 2024  Compartilhar a not�cia Presidente da CPI sobre Manipulação de Jogos e Apostas Esportivas no Brasil apoia pedido da ANAF para a paralisação do Brasileirão 2024

Link da Notícia:

Presidente da CPI sobre Manipulação de Jogos e Apostas Esportivas no Brasil apoia pedido da ANAF para a paralisação do Brasileirão 2024
Brasileirão 2024 corre risco de sofrer paralisação  (Foto: Gabriel Machado)

Na noite desta terça-feira (23), durante uma sessão que investiga possíveis irregularidades no futebol nacional, o senador Jorge Kajuru (PSB-GO), que também é o presidente da CPI das Manipulações de Jogos e Apostas Esportivas, defendeu o pedido da ANAF (Associação Nacional dos Árbitros de Futebol) para que o Campeonato Brasileiro 2024 seja paralisado até que sejam investigados e esclarecidos jogos com manipulação de resultados pela arbitragem.

O pedido foi inicialmente defendido pela Associação Nacional dos Árbitros de Futebol (Anaf), por meio do presidente Salmo Valentim. Na avaliação da Anaf, as declarações do empresário americano John Textor, dono da SAF do Botafogo, colocam o árbitro de vídeo (VAR) como suspeito.

Em depoimento ao Senado, Textor apresentou relatórios na íntegra contendo provas de supostas interferências indevidas e fraudulentas nos resultados de jogos das edições de 2022 e 2023 do Campeonato Brasileiro, as quais tiveram o Palmeiras como campeão.

Em declaração no senado, Kajuru afirmou que tem o apoio da Polícia Federal e da Procuradoria Geral da República (PGR) para seguir com as investigações. O senador também informou que o atual presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues, será julgado nesta quarta-feira (24). No entanto, este é um processo relativo a seu afastamento em 2023.

"Associação Nacional de Árbitros tem toda razão em pedir para paralisar esse campeonato, a investigação nossa seguir com apoio total da PF, PGR e desmascararmos tudo, mostrar a verdade desse escândalo que é o maior da história do futebol brasileiro", disse o senador

A ANAF emitiu uma nota oficial, que foi assinada por Salmo Valentim, presidente da associação.

Nota da ANAF:

"Não há outro caminho: É PRECISO PARAR O BRASILEIRÃO 2024 antes que faça o VAR virar caso de polícia. Tenho recebido numerosos telefones de julgados insatisfeitos e já há um grupo volumoso que deseja, em protesto ao que está ocorrendo, interrupção do campeonato brasileiro já nas próximas rodadas.

Tudo isso ocorre graças a um show de horrores onde o protagonista principal é o ex-afastado presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues, que está mais preocupado com o seu volumoso salário na entidade, do que, por exemplo, em pagar as ÁRBITRAS que estão trabalhando de graça para a CBF. Desde o ano passado, a arbitragem feminina atua sem receber em diversos torneios femininos nacionais. Isso mostra bem o retrocesso que sua gestão causa ao futebol e à arbitragem brasileira.

Eu já disse algumas vezes que Wilson Seneme está despreparado para estar no cargo que substituiu sem nenhum projeto. Aliás, qual a formação acadêmica dele?

Não precisa ser especialista no assunto para atestar que o ex-diretor de julgados da Conmebol, demitido sob pressão de alguns países, por bom senso, diante de tudo o que estamos vendendo e vivendo, no mínimo deveria ser afastado. Ele não tem comando e fez a arbitragem brasileira chegar ao fundo do poço, sendo exposto no Senado Federal por um dirigente inconsequente que mesmo sem provas, insiste em dizer que o Brasil possui julgados que manipulam resultados. Isso não pode ser apenas o VAR sob suspeita, pois pode gerar sérios prejuízos à imagem da arbitragem.

Pelo bem do futebol, o BRASILEIRÃO precisa ser paralisado! E uma boa parcela de julgados está disposta a dar grito esse de liberdade por não aguentarem mais tamanha indiferença e pouco por parte do presidente da CBF que em respeito ao futebol deveria ter vergonha na cara e renunciar".




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário

Captcha
Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso site JK NEWS Nosso Whatsapp 89994107734
Copyright (c) 2024 - JK NEWS
Converse conosco pelo Whatsapp!